DOBRAS VISUAIS

Doutorar | A tese no Repositório da Produção da Unicamp

Raymond Depardon: Kodak Picture Spot, Los Angeles, 1982.

Raymond Depardon: Kodak Picture Spot, Los Angeles, 1982.

Picture Ahead: a Kodak e a construção de um turista-fotógrafo trata da fotografia do amador e sua construção histórica no campo do turismo, refletindo sobre a criação de práticas sociais e sobre as transformações na percepção da experiência da viagem. O turista-fotógrafo é sujeito que comporta tanto o turista quanto o fotógrafo amador, mas se constitui, sobretudo, no entrelaçamento entre os dois.

Parte-se de uma relação entre a fotografia e o turismo operando como dispositivo, cristalizando inerente relação. Nessa direção, a Eastman Kodak Company é peça fundamental no processo de popularização da fotografia e, consequentemente, na construção dos modos de produzir, consumir e compreender imagens. Por meio da publicidade, de estratégias de negócio, da elaboração de um sistema educativo e de ampla cadeia de produção, a Kodak atua na criação de valores relativos à importância do registro da viagem e enfatiza o fato de que sua rememoração pode ser obra do amador.

O turista-fotógrafo torna-se assim um sujeito produtor de parte do mundo-imagem, pelo desejo de posse e status que a fotografia e o turismo carregam, e, especialmente, pela busca de uma fotografia que está sempre a sua espera.

Para ler:

Picture Ahead: a Kodak e a construção de um turista-fotógrafo

Tese de Doutorado em Artes Visuais | Instituto de Artes

Universidade Estadual de Campinas, 2014.

Financiamento: Fapesp