DOBRAS VISUAIS

Abutre | Gil Scott-Heron por Pedro Barral de Sá

Weege: instalação “Murder Is My Business” no Photo League, em Nova York, 1941.

O que é fotografia? 

Para escutar durante a leitura:

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

“Atrás do prédio de 25 andares que dá para a Rua Dezessete, entre a Nona e a Décima avenidas, a multidão de espectadores fitava com os olhos arregalados o fotógrafo de óculos que lançava diversos flashes sobre o corpo estirado no chão. O zumbido das conversas e as sombras das luzes vermelhas girando criavam um brilho misterioso e faziam as crianças pequenas puxarem os vestidos de algodão das mães.

Das janelas dos apartamentos, bem acima do chão, rostos cujos corpos não eram visíveis prescrutavam a escuridão e ouviam a confusão em miniatura abaixo.

Um jovem policial branco estava parado próximo ao meio fio, debruçado no carro de patrulha, ouvido no receptor do rádio, escutando a fala interminável da central. De repente, ele abaixou o receptor e gritou para o fotógrafo, que xingou e gritou que estava indo o mais rápido possível.

O motorista da ambulância do serviço de emergência parou ao lado da van e ficou conversando com outro policial, um negro de cabelo enrolado, e apontava de vez em quando para o cadáver. Os dois paramédicos, ambos com vinte e pouco anos sentaram no capo, fumando.

– Já acabou, Dan? – Perguntou o policial branco.
– Fica frio – foi a resposta irritada.

A multidão de pedestres se aproximava cada vez mais do corpo, tentando ver melhor. Aqui e ali as mulheres viravam o rosto e cobriam os olhos dos filhos quando notavam o fio vermelho que escorria da base do crânio.

O fotógrafo saiu mancando e resmungando, e os paramédicos entraram com uma maca flexível. Com alguma dificuldade, eles suspenderam o corpo volumoso do morto e puxaram um lençol sobre a sua cabeça. Depois colocaram a carga na ambulância e, em alguns segundos desciam o quarteirão com a sirene ligada, em direção a oitava avenida.”

Gil Scott-Heron em Abutre (São Paulo: Conrad do Brasil, 2002).

Para conhecer mais:

Wegge – Arthur Fellig (1899-1968).

Sobre o Photo League.

Weege: instalação “Murder Is My Business” no Photo League, em Nova York, 1941.

Weege: instalação “Murder Is My Business” no Photo League, em Nova York, 1941.

Weege: instalação “Murder Is My Business” no Photo League, em Nova York, 1941.