DOBRAS VISUAIS

Every Building on Sunset Strip, o livro de Ed Ruscha

O livro Every Building on Sunset Strip de Ed Ruscha, publicado em 1966, é um objeto pequeno a primeira vista, mas desdobra-se em uma sanfona de 18.0 cm x 750.0 cm. Ruscha fotografou todos os prédios e terrenos da Sunset Strip, uma grande avenida de Los Angeles na California. Com uma câmera acoplada à traseira de um caminhão, registrou o percurso, montando as imagens em um grande panorama seguindo a ordem numérica da rua. Pode ser visto de cima para baixo, ou ao contrário, apontando uma visão que se constrói pelo percurso de uma via. Para muitos artistas dos anos 1960, a experiência da ação era o cerne – abrir-se para aquilo que o mundo e a própria vida davam a ver.

Ed Ruscha: Every Building on the Sunset Strip, 1966.

Ruscha utilizava a fotografia para registrar aquilo que apreendia no caminho, o que o espaço sugeria. Assim o fez também em Twenty-Six Gasoline Stations de 1963, fotografando vinte e seis postos de gasolina em um percurso entre Los Angeles e Oklahoma City. Nada de efeitos, a fotografia aqui descreve objetos e situações do cotidiano. Entre 1962 e 1978 Ruscha produz cerca de dezoito livros de artista como estes.

Em 1973 Ruscha percorreu também a Hollywood Boulevard e em 2004 refaz o trajeto com filme colorido, um registro do tempo passado naquela avenida. O resultado chama-se Then & Now e foi publicado pela Steidl como livro objeto, em 2006, e na última edição da Foam Magazine. Quase quarenta anos depois, fico com a potência da primeira versão do livro, que hoje é objeto de colecionador. Bem que eu queria ter um na minha biblioteca, mas por hora me contento com o filminho xinfrin que fiz quando o vi exposto no MoMA, uma pequena brincadeira do meu próprio percurso diante deste objeto que admiro.

Ed Ruscha: Then & Now, 2004.

Ed Ruscha: Then & Now, 2004.