DOBRAS VISUAIS

Denise Camargo e a imagética do candomblé

Denise Camargo

Imagética do candomblé – Uma criação no espaço mítico-ritual, o título é emblemático porque se trata de uma tese de doutorado. E teses, por menos que pareçam, carregam certo cientificismo. Elas são um objeto olhado com olhos do pesquisador que vai à busca de alguma hipótese a ser comprovada com argumentos.

O problema é quando o campo de pesquisa são batuques internos, um terreiro e as imagens – uma experiência com o objeto. Aí, a tal metodologia poderia correr mais frouxa? Ao contrário. Mas o desafio é forte porque estamos lidando com teoria e prática, com o racional e o irracional ao mesmo tempo, isto é, com um processo de criação. Andei discutindo isso nos últimos tempos em alguns artigos, um deles, Deter-se: os percursos de uma pesquisa visual em Fotografia (apresentado no último Congresso Intercom), trata justamente de pensar uma metodologia para a pesquisa cujo objeto são as imagens fotográficas, o que permite também sua análise crítica.

Nesta Imagética do Candomblé discuto e analiso a imagem fotográfica no contexto mítico e ritual do Candomblé, religião de origem negro-africana que foi criada no Brasil do século XIX pelos negros escravizados e seus descendentes. Proponho a religação entre o mito contemporâneo e o mito ancestral, evidenciada pela produção material de presença, este é um conceito das teorias da comunicação, que uso para pensar a materialidade dos rituais e, portanto, a produção das imagens.

Considero o corpo como uma matriz ancestral, importante condição para a manutenção do patrimônio cultural de origem negra; estudo práticas fotográficas que sistematizam um conhecimento acerca dessa tradição religiosa, como as  imagens dos fotógrafos Pierre Verger, José Medeiros e Mario Cravo Neto; e penso a visualidade da manifestação sócio-cultural impressa no processo de criação artística. O resultado é um caderno de notas visuais, relatando uma experiência imagética, que também é uma experiência com os rituais.

Para ler:

Imagética do candomblé – Uma criação no espaço mítico-ritual

Tese de Doutorado em Artes

Universidade Estadual de Campinas, 2010.

_____

Denise Camargo é fotógrafa e professora. Para ler mais sobre o assunto visite o Projeto Especial Africanidades da Revista Studium, Denise foi Editora Convidada.

Denise Camargo

Denise Camargo

Denise Camargo

Denise Camargo