DOBRAS VISUAIS

A invenção de Fontcuberta

As atividades da exposição A invenção de um mundo que abriu esta semana no Itaú Cultural tem sido uma experiência incrível. A curadoria de Eder Chiodetto e de Jean-Luc Monterosso, da Maison Européenne de La Photographie, mostra artistas que refletem sobre o fotográfico que esbarra em noções como realidade, memória, ficção e experiências por meio da fotografia.

Participei do workshop com Joan Fontcuberta, dois dias intensos onde ele apresentou sua obra e a forma como constrói seus questionamentos em torno da imagem.

Falo de algumas impressões disso tudo. Ele começou analisando a importância da interação entre a produção de suas obras e a reflexão, incluindo aí sua experiência como professor. Deixou claro que todos estes campos são pólos de discussão sobre o que pra ele é o cerne da fotografia, a noção de que ela suplantou a realidade, ou seja, necessariamente ficcionaliza todos os temas. Por isso, muitas vezes parte de vivências cotidianas de uso das imagens para construir seus projetos.

Fontcuberta mostrou um vídeo onde o esloveno Slavoj Žižek entra no filme Matrix no momento em que Neo deve escolher entre as pílulas que representam a realidade e a ilusão. Discorre sobre o tema, passa necessariamente pelo mundo de Alice e pontua que a ficção é um elemento simbólico de compreensão da realidade. Assim, pauta toda a apresentação.

Fontcuberta falou do processo de produção de suas idéias no projeto Landscapes without memory, uma coleção a partir de um programa feito para criar paisagens. Gerar dúvida é o que ele mais deseja em suas imagens, criar um jogo onde o expectador participe e reflita sobre a realidade que fabricamos por meio delas.

Esta realidade se configura conforme nossos critérios de busca, e o Google, por exemplo, funciona como um autentificador de uma evidência do mundo real. Aliás, além do projeto Googlegramas em que usa o buscador como estratégia construtiva, retoma a experiência de procurar por algo neste programa em trabalhos onde cria seus jogos como em Sputnik, Milagros e Cia e Descontructing Osama. Uma construção ironica onde encontramos o que de fato não existe…

Compreender a idéia de que toda imagem é uma armadilha é essencial para este pesquisador.

Joan Fontcuberta

Joan Fontcuberta