DOBRAS VISUAIS

Pisadas Sonâmbulas, o começo do Dobras

José Manuel Navia, fotógrafo espanhol membro da Agencia Vu, tem um trabalho muito expressivo em que constrói imagens em diálogo com a literatura. Em seu blog podemos acompanhar muito de suas andanças e reflexões sobre imagens.

Atualmente ele anda divulgando um ensaio sobre a cidade de Madri, chama-se Un Madrid Literario.

Um de seus livros que mais gosto é Pisadas Sonambulas de 2001. Navia trata aqui de rastros, vestígios de uma lusofonia, um conjunto de identidades culturais de lugares que falam a língua portuguesa. O autor viajou por Cabo Verde, Moçambique, Macao, Timor, Angola e também pelo Brasil, e construiu uma edição em que nos vemos em diferentes locais.

A obra traz ainda citações de diversos escritores da nossa língua. Lemos Guimarães Rosa em imagens de Portugal, Miguel Torga em Moçambique, Mia Couto, todos dialogando para que possamos refletir sobre estas marcas culturais.

post01_navia

Para mim este livro é muito significativo. Quando o conheci estava muito sensível com a perspectiva de trabalhar a edição de séries. Neste momento em que revejo um pouco minha trajetória em função das últimas mudanças, foi inevitável reencontrá-lo e novamente me encantar com estas imagens.

Hoje começa o Dobras Visuais!